Living LA

Bloody Boots – O novo curta-metragem de Leila Vieira

Meu Mestrado em Belas Artes e Cinema pela New York Film Academy – Los Angeles, está finalmente chegando ao fim. Agora em Julho filmo minha tese, Bloody Boots, e em setembro recebo meu diploma. Mas para esse projeto final se tornar realidade eu preciso, mais uma vez, da sua colaboração através de financiamento coletivo. O site está no ar através do Catarse http://catarse.me/pt/bloodyboots Esse post trata a respeito do projeto e também dá motivos para você contribuir!

capa

 A história:

Após roubar um par de botas de caubói de uma loja de antiguidades, um estudante universitário é possuído pelo espírito de um antigo caubói e passa a aterrorizar a vida de sua namorada e seu melhor amigo durante a noite de Halloween.

Personagens:

Marnie: Determinada e controladora, Marnie é a garota popular. Adepta a dar as melhores festas da universidade ela não conhece fracasso. Seu namorado, George, a segue por onde ela vai. Apesar de serem completos opostos o amor de um pelo outro é indiscutível. Quando George é possuído pelo espírito de um velho caubói Marnie tem que encontrar uma solução para trazer seu namorado de volta a realidade.

George: Completamente focado em seus estudo e em seu futuro, George não é necessariamente o maior festeiro do quarteirão. Vivendo a sombra de Marnie ele apenas concorda em dar inúmeras festas em sua casa, o que o torna popular por associação. George é o perfeito cavalheiro e faz de tudo para agradar sua namorada, que não o acha “macho” o suficiente. Uma vez possuído, George se transforma no homem que Marnie sempre quis que ele fosse, mas a transformação escala de maneira muito rápida e não demora para que George torne a vida de todos um inferno.

Jack: Ele é primo de Marnie e foi o responsável por apresentar George a ela. Os três moram juntos e Jack é sempre a alma das festas. Brincalhão e sociável ele assume o papel de anfitrião que George quase não consegue ser. Jack é o mulherengo do grupo, a cada dia com uma nova conquista, mas o que ele quer mesmo é um relacionamento duradouro e feliz como o que sua prima tem com George. Assim que ele percebe algo de errado com seu melhor amigo ele precisa juntar forças a Marnie para encontrar uma solução.

Madame Clarisse: Além de ser a proprietária de uma loja de antiguidades, Madame Clarisse também trabalha com magia negra. As botas chegaram a ela após passarem por um exorcismo que não deu certo e durante anos ela foi a fiel guardiã desse segredo. Ao perceber que as botas foram furtadas ela precisa, a todo custo, encontrá-las novamente. Mas impedir que alguém já possuído não seja uma ameaça a sociedade não é necessariamente a sua prioridade.

Como Surgiu a Ideia

A ideia para Bloody Boots surgiu ainda durante a pré-produção de Signs, em 2014. Durante uma ida a uma loja de peças usadas com meu colega de apartamento e outras colegas de classe, me vi diante da sessão de calçados pensando: “quem compra sapatos sem saber a procedência”. O que começou com uma indagação sincera aos meus amigos de “e se a pessoa que usou esse sapato durante anos tivesse frieira?” logo escalou para uma conversa sobre possessões demoníacas e sapatos que poderiam resultar em amputações de pernas. Ao final da nossa visita a loja eu já tinha montado toda uma história em minha cabeça a respeito dos sapatos amaldiçoados. A história, que a princípio seria uma comédia sobre um ator que perde ambas as pernas e encontra um grupo de apoio a pessoas amaldiçoadas por sapatos usados, logo foi se transformando na história de Bloody Boots que hoje está para ser filmada.

Por que precisamos de sua ajuda?

Durante os últimos dois anos estudando na NYFA contei com a colaboração de meus pais para sobreviver em Los Angeles, o que, diga-se de passagem, não é barato. Infelizmente não conto com ajuda financeira do governo brasileiro para estudar no exterior e com a alta do dólar as coisas não estão assim tão acessíveis.

Mas agora falta menos de 6 meses para minha formatura e esse projeto não vai sair assim, barato.

Apesar da escola disponibilizar todo o equipamento necessário para as filmagens ainda há muito em que se gastar.

Entre as principais despesas estão: aluguel de locações para os 4 dias de filmagens, alimentação de 20 pessoas durante os 4 dias, trabalhando 12 horas por dia, aluguel de caminhão para transporte de equipamento, pagamento de seguro para cobrir as lutas filmadas, trilha sonora, design gráfico para todos os materiais relacionados a Bloody Boots, maquiagem para os atores – que conta também com efeitos especiais, cabelo, figurino, operador de som, entre outras despesas.

Em um primeiro momento o curta-metragem está orçado em R$15.000 reais, por isso a campanha do Catarse está no ar. http://catarse.me/pt/bloodyboots . Através do site é possível contribuir com pagamentos pelo cartão de crédito ou Boleto Bancário.

Se você estiver disposto a colaborar, mas não possui cartão de crédito ou não está muito bem familiarizado em como funciona os sites de financiamento coletivo não tem problema. Entre em contato comigo por e-mail, Facebook ou Twitter que eu te encaminho os dados de minha conta corrente. Mais do que um projeto de escola esse filme é uma de minhas paixões, e conseguir finalizá-lo exatamente como imagino será uma das melhores realizações da minha vida.

Agradeço desde já sua colaboração! Divulgar também ajuda demais!

Anúncios

Um comentário em “Bloody Boots – O novo curta-metragem de Leila Vieira

Leiloe a sua ideia :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s